Meu escritório é na praia: conheça a história do Leonardo, que montou seu restaurante em Bombinhas

 

 

Sabe quando um assunto te rodeia e não tem como fugir? É o caso do administrador Leonardo Giusti, dono do restaurante Tempero da Praia, localizado em Bombinhas, em Santa Catarina. O empreendedorismo sempre esteve na família e no círculo de amigos, e a culinária também! Com uma mãe e um pai que adoram cozinhar, o hobby dele não podia ser outro. Quer saber como esses dois fatos sobre ele o fizeram virar dono de um restaurante nesse paraíso? Confira a entrevista:

Praia de Bombinhas/SC

 

Bombinhas, praia de Santa Catarina

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arke: Quando nasceu a vontade ou a necessidade de empreender? Como foi o caminho de decidir ter seu negócio justamente na praia?

“Eu sempre trabalhei em grandes empresas e havia uma vontade muito grande de ter meu próprio negócio. E morar praia também. A cada veraneio isso aumentava. Até que um dia tomei a decisão de me mudar. Depois, comecei a empreender.”

Arke: Tem alguma diferença entre a forma de trabalhar aqui ou lá? Todo empreendedor trabalha muito, mas pode-se dizer que é mais prazeroso na praia ou é um estereótipo que não condiz com a realidade?

“A diferença é muito grande, principalmente em Bombinhas, pois aqui é muito sazonal. Existem praias em Santa Catarina que são cidades que funcionam todo o ano, já Bombinhas tem movimento significativo somente na temporada de verão. Por isso,  tem que se preparar para 90 ou 120 dias de muito trabalho para que o que foi produzido no verão garanta a passagem do inverno. Atualmente a cidade de Bombinhas tem 17 mil habitantes e no verão temos dias que esse número aumenta 11 vezes.

É prazeroso empreender na praia principalmente pelo ambiente e pelo público. O público na praia está de férias, curtindo depois de ter trabalhado todo ano, então eu acredito que a energia de trabalhar com turistas é bem diferente e muito melhor que em uma cidade grande.”

Restaurante Tempero da Praia, em Bombinhas /SC.

Arke: Por que e quando você escolheu o ramo de alimentos? Como conheceu a Arke?

“Minha família sempre cozinhou, tanto minha mãe quanto meu pai, e por consequência eu também adquiri isso como hobby, recebendo amigos e fazendo almoços e jantas. Sou de família de italianos, onde as reuniões sempre giram em torno da mesa. Eu fiz outras análises aqui, mas sempre soube do potencial da gastronomia por ter estudado administração e por ter amigos que tiveram também estabelecimentos voltados à alimentação.

A relação nossa com a ARKE vem de muito tempo. Nos anos 90, quando morávamos em Caxias do Sul, nosso apartamento não tinha churrasqueira, eram muito raros nesta época. Então meu pai comprou uma churrasqueira ARKE à gás para não ficarmos sem o sagrado churrasco gaúcho. No caso do restaurante que a produção é em grande escala, a ARKE me facilita muito, pois eu deixei de usar carvão e não precisa de um funcionário só para cuidar disso. O carvão é um problema pelo custo e pela qualidade, mesmo comprando a mesma marca, pode ter pedras grandes ou pequenas, o que altera os tempos de cozimento. Já com churrasqueiras à gás é só regular e o tempo sempre é o mesmo. Antigamente,  utilizando a churrasqueira também tinha um funcionário só para “virar” os espetos, no caso da churrasqueira da ARKE  o espeto giratório é automático, basta ligar que o espeto gira e faz um cozimento mais homogêneo.  Recomendo a ARKE pois os produtos são confiáveis e robustos.”

Arke: Qual o sentido de empreender?  Tem alguma experiência ou dica que queira compartilhar com empreendedores que estão começando? Há algo de gratificante em ser dono do seu próprio negócio?

Existe uma grande satisfação em empreender, há um apreço muito maior que ser um empregado. A recompensa é ver algo criado e administrado pelas nossas decisões e ver o resultado de tudo isso. É muito gratificante ser dono do próprio negócio pelo orgulho de trabalhar em algo teu. A empresa acaba sendo como teu sobrenome, então a gente faz o nosso melhor no negócio para ter orgulho do que está se apresentando para os nossos clientes.

A dica que dou é sempre analisar bem, planejar, conversar com pessoas que têm mais experiência para elucidar tudo. Fazer muita análise e muito planejamento. Acredito que quem começa, sempre vai entrar em algum mundo que já existem desafios de pessoas que empreenderam antes.

 

Curta o a fanpage do restaurante Tempero da Praia clicando aqui.

E se você tem uma história de empreendedorismo utilizando os produtos Arke para compartilhar com nossos leitores do Brasil inteiro, fale conosco! Para participar da campanha Empreendendo com a Arke é simples, confira:

Envie um e-mail para empreendendo@arke.com.br com os seguintes dados:

  •  Nome e Nome do seu estabelecimento (se tiver fanpage no Facebook ou redes sociais do seu negócio pode mandar que nós divulgamos 😀 )
  • Telefone
  • Cidade de atuação
  • Breve relato da história do seu empreendimento – depois nós entraremos em contato com você para te conhecer melhor e te enviar algumas perguntas para formar a sua matéria.

 

Conheça também a incrível história da Pastelaria da Jandira e inspire-se para empreender!

Veja 5 Dicas para divulgar melhor seu negócio.

Facebook | Twitter | Instagram | Youtube

Comentários

Comentários

Tags Relacionadas
Talvez você goste
Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *