Confira os 5 maiores erros cometidos por empreendedores iniciantes

Você deseja ter o seu próprio negócio? Pesquisas apontam que esse é um dos maiores sonhos do brasileiro. Mas, para que esse sonho não vire pesadelo para você, nós, da Arke, elencamos os erros mais comuns que alguns empreendedores iniciantes já cometeram e trouxemos dicas acerca deles. Afinal, nada melhor que aprender com as experiências e os erros dos outros, não é mesmo?!

Confira, abaixo, os 5 maiores erros cometidos por empreendedores iniciantes, bem como a #DicaDaArke:

# 1 ENTENDER BEM O QUE SE QUER E AONDE QUER CHEGAR

O maior erro cometido por um empreendedor iniciante é deixar mover-se somente pelo desejo de ter o seu próprio negócio, com a ilusão de não ter chefe. Assim, o empreendedor decide abrir a sua empresa sem saber bem o que quer, nem ao menos aonde quer chegar. Fazendo isso, acaba não pesquisando sobre o mercado, sobre a concorrência e, claro, não tem objetivos bem definidos.

#DicaDaArke: faça um plano de negócio. Hoje, é muito fácil encontrar modelos para criar um plano, o que facilitará para você fazer pesquisas criteriosas sobre tudo que cerca o negócio, como concorrentes, público-alvo, fornecedores, etc. Além disso, com o plano é possível traçar metas claras e ter uma visão abrangente de seus pontos fortes e fracos antes mesmo de atuar no mercado, bem como visualizar as viabilidades financeiras.

# 2 DESCONSIDERAR A PARTE BUROCRÁTICA

Muitos empreendedores iniciantes não acham nem um pouco agradável ficar correndo pra lá e pra cá atrás de documentação e, também, não acham nada animador ter que iniciar pagando impostos. No fim, por não começarem da forma que deveriam, acabam desconhecendo suas obrigações fiscais a serem cumpridas e deixam de lado alguns controles internos. Isso prejudica no desenvolvimento/crescimento da empresa.

#DicaDaArke: sim, para quem não está acostumado com a vivência burocrática, de fato, não é nada agradável esse processo inicial, mas faz parte da legislação e, portanto, deve ser feito. Lembre-se: existem profissionais capacitados para isso. Então, para começar com o pé direito e com a consciência tranquila, estude bem qual é o melhor regime tributário para o seu negócio e contrate um profissional capacitado para lhe ajudar nessa trajetória.

# 3 DIVULGAÇÃO INICIAL

É provável que muitos empreendedores iniciantes busquem ter uma ‘clientela’ estável, porém não sabem como encontrar o cliente e, acima disso, não sabem como reter e fidelizar o mesmo, pois estão tão envolvidos com a questão operacional que acabam não buscando as premissas básicas do marketing de divulgação.

#DicaDaArke: envolva-se, deste o primeiro momento, com a divulgação da sua empresa. Há quem diga que o marketing boca-a-boca é primordial, mas para isso não dá para ficar esperando que o cliente venha até você. Então, vá em busca… como? Distribuindo panfletos, promovendo eventos, fazendo parcerias, investindo no marketing digital (blog, facebook, instagram, etc), visitando empresas e órgãos públicos. Lembre-se: não faça tudo isso no achismo. Você fez o seu plano de negócio e sabe muito bem quem é o seu público-alvo, assim fica mais fácil saber que linguagem usar para atingi-lo. É muito válido lembrar que existem profissionais especializados na divulgação. Se puder investir de imediato, temos a certeza que trará benefícios para a sua empresa. Se não puder investir, procure fazer as demandas mais simples, que não exija competências específicas, pois atuar no marketing “de qualquer forma”, é só para “sujar” a imagem da sua marca.

# 4 FINANÇAS

É comum iniciar o negócio e começar misturar as contas da empresa com as contas pessoais. Isso causa um desequilíbrio nas finanças da empresa e distorce os indicadores financeiros.

#DicaDaArke: separe as contas. Faça um fluxo de caixa pessoal e um fluxo de caixa para a sua empresa. Esse fluxo pode ser representado por uma planilha simples, relacionando todas as contas a pagar, bem como as entradas. Isso vai facilitar a sua organização e, consequentemente, o equilíbrio das finanças.

# 5 CAPACITAÇÃO E COMODISMO

Pode ocorrer que o empreendedor encare desnecessário capacitar-se em sentido profissional e acabe deixando de lado a melhoria contínua. Além disso, o empreendedor pode entrar no comodismo e não ficar atento ao mercado, deixando, então, de inovar.

#DicaDaArke: você é o exemplo em tudo, inclusive no que diz respeito a capacitação. Então, participe de cursos e treinamentos de temas que envolvam a sua rotina, bem como os de gestão, vendas, etc. Isso vai dar um gás para a sua mente e suas ideias de inovação irão fluir e ocasionará no crescimento da sua empresa.

Para finalizar, lembramos que é importante você estar preparado para trabalhar muito, sempre focando no maior objetivo: mudar a sua vida e a dos outros para melhor. Para isso, é preciso renovar-se um pouco a cada dia. E, por fim, não tenha tanto medo das tempestades, pois já dizia um pensador, “são os mares bravios e agitados que costumam formar os melhores marinheiros.”.

Para empreender e complementar a sua renda a dica é por a mão na massa e dar o primeiro passo. A gente te ajuda nesse processo. É só clicar aqui e preencher o formulário que entramos em contato com você.

Comentários

Comentários

Tags Relacionadas
Talvez você goste
Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *